Jussara-GO

Associação Tupy e E. 
empossa sua nova diretoria 

Vavá assume a presidência do Tupy, com o seu antecessor Caio Martins na vice-presidência.

Foi realizado nesta quinta-feira, 25, às 19h, no Plenário da Câmara Municipal de Jussara, a solenidade de posse da nova diretoria da A. Tupy e Esportes, para o biênio 2018/31 de janeiro de 2020 e, as alterações no estatuto do clube, consideradas pelos dirigentes como necessárias para o crescimento e o desenvolvimento das metas e projetos que serão implementados.

Estiveram presentes ao evento de transmissão de cargo, além de toda diretoria do clube, os sócios torcedores, o vereador Clóvis Cabral, o ex-vereador Leontino Costa, o colunista responsável pela Coluna Tabelinha Ponto Com do jornal Galera Esportiva, repórter/radialista Weltthon de Oliveira e alguns membros da comunidade jussarense.  Na ocasião, o presidente Caio Delfino Martins de Brito, passou o bastão para o seu sucessor Vismar Bento Filho (Vavá).

O atual presidente Vavá fazendo uso da palavra, agradeceu as pessoas presentes e os componentes da sua chapa. Em seguida, fez questão de esclarecer alguns detalhes dos projetos que ele pretende executar na sua administração, tais como a restruturação da estrutura física do clube, criação do CT com alojamento para os atletas e a formação de uma equipe forte e competitiva para as próximas competições de 2018. Pensando obviamente, em novas conquistas e a tão sonhada participação na Divisão de Acesso do Campeonato Goiano. 

O ex-presidente Caio Martins, por sua vez, fez um balanço da sua gestão à frente do clube. Destacou que o ano de 2017, iniciou sem perspectivas e sem recursos financeiros. Ainda assim, a Associação Tupy e Esportes participou no primeiro semestre da Copa LEVA, com o apoio da iniciativa privada jussarense. 

No segundo semestre, o time melhor estruturado e com uma proposta mais ousada, disputou a VI Copa Serra Dourada de Futebol de Novo Brasil e conquistou o título de campeão ao derrotar a equipe do Comercial de Firminópolis, campeão da edição anterior (2016), por 3 a 1. 

Além dos projetos em curso no Ministério dos Esportes, outra ambiciosa inciativa, teve início na sua administração: a criação do sócio torcedor contribuinte em três categorias opcionais: o sócio Índio, cuja contribuição é de R$ 20,00 mensais; sócio Índio Guerreiro, R$ 30,00 e o sócio Ouro, R$ 50,00.


 

Fotos: arquivo pessoal de Caio Martins
 

Enviar Comentário

Deseja enviar um comentário para esta notícia.
Efetue login ou cadastre-se abaixo.

Não tem um login? CADASTRE-SE

Recuperar Senha

Informe o e-mail cadastrado para que possamos estar enviando suas informações de login.

Cadastre-se

Faça seu cadastro no galeraesportiva.com.br

Já tem um login? EFETUAR LOGIN


Mais Esportes >

Leia Também

PUBLICIDADE