São Luís de Montes Belos

WI Construções é o campeão
da 1ª Copa Du Passo
de Futsal 2017 

Impondo um ritmo forte e competitivo, as duas equipes foram até às últimas consequências para alcançar o melhor resultado a seu favor.

A partida iniciou como já era esperado. Os dois times preocupados em defender e estudar uma maneira para infiltrar na zaga adversária e explorar o potencial do goleiro. Tal qual gladiadores na arena tentando manter sua maculada honra e garantir sua sobrevivência.

O primeiro gol marcado foi da equipe WI, através de uma belíssima jogada pela direita, quando Vinicinho (9) arranca decisivo contra a zaga do Posto Farol e chuta forte cruzado, surpreendendo o goleiro Murilo que nada pode fazer, senão ficar atento para o que viria acontecer.

A partir do momento em que o Posto Farol levou o seu primeiro gol, recebeu ainda, em contrapartida a fúria do WI que continuou insistindo bravamente para ampliar o resultado. Dessa vez, Serginho (4) arrisca de longe um foguete contra o gol de Murilo, quase o surpreendendo pela segunda vez.

Quem acompanhou as duas equipes durante a competição, ficaria incrédulo com o crescimento técnico e tático que as equipes apresentavam naquele momento decisivo, para sacramentar a consagração do título de campeão da 1ª Copa Du Passo de Futsal 2017.

Mais de 10 minutos já havia transcorrido com o Posto Farol sendo pressionado pela equipe do WI, que também impunha uma marcação homem a homem precisa, impedindo qualquer reação para o adversário empatar a partida.

Mostrando garra e determinação, depois de várias tentativas frustradas, o Posto Farol começou a dominar o meio de campo, obrigando o WI recuar. Novamente a equipe WI, reagiu e partiu para o contra ataque, voltando a bombardear o adversário com chutes fortes de curta e longa distância. A noite parecia estar de fato favorável ao WI.

O implacável Vinicinho (9) com habilidade e garra avança pela direita depois de encontrar uma brecha na zaga do Posto Farol, chuta indefensável para o goleiro Murilo e acrescenta mais um tento no placar. 2 a 0 para o WI.

Logo após o 2º gol, uma bola dividida na área do WI entre o goleiro Esfirra e Manoel (5) do Posto Farol, Esfirra levou a pior se contundindo. A partida ficou paralisanda por cerca de 5 minutos, até sua recuperação.

Assim que a bola voltou a rolar, através de um belo passe do meio da quadra, Jonatha (15) – do Aparecidense de futsal –, dominou bem a bola e não perdoou. Chutou forte de ponta de dedos, fazendo o primeiro gol para o Posto Farol.

Não demorou Tayson (7) partindo pela esquerda, depois de fazer um belo drible no zagueiro, chutou forte de curta distância, sem que o goleiro Murilo pudesse evitar o gol. 3 a 1 para o WI.

Ainda no primeiro tempo, o técnico Juninho na tentativa de manter sua equipe mais agressiva no ataque, utilizou como estratégia a prática do goleiro linha. Uma fórmula que sua equipe teve que assumir as consequências, por ter que deixar o seu gol desguarnecido. E com isto, permitiu que os jogadores mais ousados do WI, inclusive o goleiro Esfirra tentasse por várias vezes arriscar a pontaria com chutes por cobertura de longas distâncias.

Durante o intervalo, o mascote do Posto Farol gesticulava e pulava animando os torcedores que retribuíam com aplausos e gritos de euforia. Numa verdadeira demonstração de que todos estavam felizes assistindo uma partida com alto nível técnico e belíssimos gols.

No segundo tempo, as duas equipes orientadas sobre a melhor estratégia de jogo para alcançar o resultado positivo a seu favor, começou morno, com toques de bolas, esperando o momento oportuno para partir para o ataque.

Numa dessas tentativas Jonatha (5) do Posto Farol, depois de recuperar a bola na sua defesa, partiu pra cima do adversário driblando dois zagueiros do WI, só não chutou a gol porque recebeu falta. Diante da sua inegável habilidade levantou a torcida que o aplaudiu entusiasmada.

Novamente o Posto Farol parte para o ataque, através de Serginho (4) que chutou forte de média distância atingindo a trave esquerda do gol defendido pelo goleiro Esfirra. Por pouco não diminui a diferença do resultado que se mantinha em 3 a 1 para o WI.

Não demorou o Posto Farol faz o seu 2º gol, depois que Luiz Henrique aproveitando um passe, dominou a bola com habilidade e chutou indefensável contra o goleiro Esfirra.

Após o segundo gol, o Posto Farol adquiriu ânimo e partiu com tudo contra o adversário WI. Aplicando uma artilharia pesada de chutes de todas as distâncias, causava a todo instante, preocupação para a defesa do seu oponente.

Por outro lado, o Posto Farol insistindo na fórmula goleiro linha, por pouco não é surpreendido pelo goleiro Esfirra que, ao perceber o gol do seu adversário vazio, chutou da sua intermediária errando a pontaria da bola que passou muito perto.

Nessa altura do jogo, os ânimos dos jogadores estavam a mil e mais competitivo. As faltas passaram a acontecer de forma mais dura, exigindo do juiz muita atenção, e ainda, ter que suportar os gritos enfurecidos dos torcedores. Afinal estavam presenciando uma final de campeonato.

Como as duas equipes desejavam a todo custo vencer a partida e as faltas tornaram-se mais frequentes, o jogador Manoel (5) do Posto Farol, recebe uma falta grave e teve que abandonar a partida. Novamente o jogo ficou paralisado por mais de cinco minutos.

Assim que a bola voltou a rolar, o jogador Vinicinho (9) com a bola dominada partiu pra cima da zaga adversária, depois de driblar até o goleiro, depois de se desiquilibrar e ter caído ainda assim, conseguiu chutar para o gol e ampliar o placar em 4 a 2.

Percebendo a situação extremamente desfavorável a seu favor o Posto Farol parte todo para o ataque, deixando o seu gol totalmente desguarnecido. Por infelicidade novamente Vinicinho (9), percebendo o gol do Posto Farol sem goleiro chutou da intermediária do seu gol. A bola percorreu toda a quadra fazendo um belíssimo gol por cobertura. WI 5 a 2.

O terceiro gol do Posto Farol surgiu de um belo passe do meio da quadra para Xebréu (11) bem posicionado na pequena área próximo ao gol defendido pelo Esfirra, com habilidade só desviou a bola para o fundo do barbante. WI 5 a 3.

Novamente mais um prejuízo para o esquema tático do Posto Farol e sua estratégia do goleiro linha. Fabrício notando o gol vazio chutou de longe e marca o 6º gol para o WI. Para o delírio da torcida que gritava a tradicional ovação “É campeão, é campeão...!”.

O técnico da equipe WI Contruções, Eduardo Pit Bull, emocionado disse que, primeiramente agradecia a Deus, que permitiu a vitória para o seu time. Ele disse que sabia que o jogo seria duríssimo, porque, segundo ele, a equipe do Posto Farol já vinha há mais de 4 meses treinando para a competição.

“Quando eles colocaram o goleiro linha, eu sabia que a dificuldade seria ainda maior. Mas fizemos um triângulo que já havíamos treinado para ocasiões semelhantes. Conseguimos travar o time deles e ainda conquistamos 2 gol por cobertura. A nossa equipe está de parabéns. Em Firminópolis fomos vice-campeões e agora fechamos com chave de ouro e sagramos campeões”, esclarece Pit Bull.

O técnico Junininho do Posto Farol/AABB/Droga Certa disse que, depois de uma derrota é difícil dar qualquer explicação. O bom é que, quem esteve assistindo, pode acompanhar um grande espetáculo. “O jogo estava 4 a 3, tivemos que colocar o goleiro linha. Levamos de 6 a 3, para uma equipe bastante qualificada, com bons jogadores e um bom comando técnico”, diz Juninho.

E acrescenta: “Não temos o que justificar. Os meninos – Serginho, Tayson e Vinicinho – vieram e deram um show de bola. Nossa equipe da mesma forma. O que fica é isto aí, faz parte do futebol”, se conforma.

Reinaldo Martins, árbitro da partida, auxiliado por Jair, falou sobre os protestos da torcida e o clima competitivo dos jogadores: “O calor do jogo permite que a torcida realmente cobre. E a arbitragem dentro de campo ou quadra é sempre muito cobrada”, esclarece. Diz ainda. “No contexto geral do campeonato e em especial para esta decisão, a postura do jogador dentro da quadra fez com que a arbitragem trabalhasse muito bem. Atualmente a postura do jogador mudou muito. Hoje ele quer jogar bola, está preparado, lê regras de futebol, como aconteceu aqui hoje: a bola rolou”, ressaltou.

 

Escalação das Equipes:

WI Construções: goleiro Esfirra, Vinicinho (9), Fabrício (3), Seerginho (4), Tayson (7), Neguinho (11), Vitinho (10), Marquinho (8) e Matheus (6).

Técnico: Eduardo Pit Bull

Presidente: Willian

Massagista: Juvenal.

 

Posto Farol/AABB/Droga Certa: goleiro Murilo, Gustavo (8), Luiz Henrique (4), Jonatha (15),  Xebréu (11, Leandrinho (6), Danilo (10), Leandro (14), Menoel (5), Gabriel (9), Zé Carlos (7) e Aroldo (12).

Técnico: Juninho

Presidentes: Zé Miguel (AABB) e Paulo (Posto Farol)

Massagista: Dieguinho.

 

Fotos: Fleury.

 

Enviar Comentário

Deseja enviar um comentário para esta notícia.
Efetue login ou cadastre-se abaixo.

Não tem um login? CADASTRE-SE

Recuperar Senha

Informe o e-mail cadastrado para que possamos estar enviando suas informações de login.

Cadastre-se

Faça seu cadastro no galeraesportiva.com.br

Já tem um login? EFETUAR LOGIN


Mais Esportes >

Leia Também

PUBLICIDADE