São Luís de Montes Belos
virgula Estamos estruturando a equipe para estarmos fortes e bem treinadas para estas competições. Cinthia Mattos virgula

O capitão do time de vôlei masculino Eduardo Gonçalves, a jogadora Cinthia Mattos, também uma das coordenadoras da equipe feminina do Volei São Luis-GO, acompanhados de mais duas atletas da equipe principal, em entrevista exclusiva para o Galera Esportiva, na sede da AABB local, prestaram importantes esclarecimentos sobre o atual momento em que está vivendo o voleibol de São Luís de Montes Belos.

A história do vôlei em São Luís deu os seus primeiro passos em 1964, quando a equipe masculina iniciou sua estruturação para participar do campeonato goiano. A partir de então o time ficou praticamente inativo, perdeu o encanto. Nessa época, a prática do esporte por ser regionalizado, São Luís não conseguiu se sobressair em termos de estado, até mesmo, se destacar entre os melhores de Goiânia. 

No entanto, no ano passado, algo novo começou emergir de um passado inglório, para uma realidade mais promissora, repleta de expectativas positivas. O Voleibol de São Luís enfim começou a viver uma nova fase e realizar algo mais relevante. Começaram a aparecer novos incentivos, novos valores foram agregados tanto no aspecto técnico quanto estrutural.

Antes não havia atletas em condições de disputar uma competição, mesmo regional. Atualmente o vôlei feminino depois de grande esforço das pessoas interessadas, conseguiu montar uma equipe competitiva. Novos atletas foram contratados para reforçar o elenco e os dois times masculino e feminino adquiriram ânimo e vontade de realizar excelentes campanhas nos campeonatos que irão participar.

Não foi somente o vôlei feminino que avançou no propósito de se tornar expressivo. A contração do treinador Pedro Leandro de Goiânia, ex-atleta do vôlei, quando jorgador atuou por várias equipes pelo Brasil, com larga experiência comprovada, está sendo considerado como sendo uma vitoriosa conquista.

Ele não só, está ajudando o vôlei feminino, como também o masculino. Os treinamentos passaram a ser constantes, a preparação física e o esquema tático estão bem orientados. Estes detalhes têm ajudado as duas equipes a se tornarem fortes e competitivas. A AABB de São Luís tem apoiado de forma significativa às duas equipes. Além de ceder o seu espaço para treinamentos, ainda promove competições entre as AABBs do estado.

Ainda no ano passado, a LINCE, instituição particular administrada por ex-atletas do volei, criou a Liga Goiana de Voleibol, na qual 48 equipes foram cadastradas para disputar o maior campeonato da modalidade no estado de Goiás. Sendo 24 equipes masculinas e 24 femininas, divididas em três divisões: séries A, B e C. São Luís está série C, tanto para o masculino quanto para o feminino, que corresponde à série dos iniciantes. Para este ano, a expectativa é grande em termos de crescimento profissional, as duas equipes pretendem subir para a série B.

Estas mudanças permitiram que o voleibol local, alcançasse melhores resultados. A equipe feminina iniciou na Liga Goiana de Volei, na terceira divisão, subiu para a segunda divisão. Atualmente as duas equipes estão preparadas pra jogar em pé de igualdade com outras equipes que estão juntas há vários anos como é o caso, da AABB Goiânia e da AABB Rio Verde.

O objetivo agora é terminar o ano, na primeira divisão. Esses resultados também refletiram para o surgimento de convites para disputar campeonatos até então inimagináveis. Recentemente a equipe feminina foi convidada para participar do campeonato paulista de vôlei, como equipe convidada. Não bastasse o convite também se estendeu para seis atletas da equipe masculina.

A coordenadora e também atleta da equipe de vôlei, Cinthia Mattos, considera a prática do esporte, em especial o voleibol com uma extensão familiar. No seu entender o esporte transforma vidas, contribui com a disciplina e a educação, prepara as pessoas, tornando-as indispensáveis à sociedade. “Temos muita preocupação com a ação do vôlei em São Luís. Procuramos estar sempre juntos com o professor Carlito, que é um excelente orientador técnico. Ele zela pela formação das atletas iniciantes que fazem parte da escolinha, também categoria de base”, diz.

“Nós brincamos e jogamos com elas, convidamos para os jogos, porque a gente entende que o esporte pode contribuir na formação dessas crianças, porque elas se espelham em nós. Várias atletas estão sendo aproveitadas no time principal como é o caso da Ellen, e da Jéssica”, revela. Cinthia diz ainda que a prática de qualquer atividade física está diretamente relacionada com a saúde, proporciona bem estar e qualidade de vida.

Em São Luís, pelo fato do esporte ser amador, não é remunerado, não tem salário. Mesmo assim, eles não abrem mão de praticá-lo com a mesma responsabilidade de um profissional. Cinthia Mattos, compensa a condição dos jogadores não serem remunerados, com o argumento de eles dedicam tempo e empenho pelo amor ao que fazem. Treinam incansavelmente para as competições, mas ganham com saúde, alegria e qualidade de vida.

Duas competições oficiais já estão programadas para este ano. A primeira, é o campeonato da Liga Goiana de Vôlei ou Campeonato Goiano, terá início neste mês de fevereiro e se estenderá até abril. O resultado obtido servirá para estabelecer a pontuação de cada equipe na competição. Em junho será realizada a competição regional da AABB, também chamada de JEMAB. Em caso de classificação, as equipes masculino e feminino irão participa da competição entre as regionais (JESAB). Novamente classificando nesta outra fase, disputarão o campeonato do Centro-Oeste e, por fim, o nacional.  

De acordo com Cinthia a expectativa é grande, “estamos estruturando a equipe para estarmos fortes e bem treinadas para estas competições”, diz. O próximo passo será chegar às finais da Liga Goiana de Volei da primeira divisão. Portanto os compromissos com competições serão durante todo o ano. Além dos amistosos que são realizados entre as equipes da região, os quais também contribuem na preparação para estas competições. Neste final do ano, antes das férias, a equipe masculina irá enfrentar a forte equipe de Edéia.

 

Fotos cedidas pela Coordnação do Vôlei São Luís-GO


Mais Esportes >

Leia Também

PUBLICIDADE