Bola de 3 no CHUÁ

Bola de 3 no CHUÁ

bola-de-3-no-chua

Por: Prof. Hélio Barbosa

Professor de basquete e o representante responsável da NBA Basketball School para Barra do Garças e a Região Centro-Norte Brasileiro.

Novo Basquete Brasil
pegando fogo na reta final

Quatro duelos marcam a reta final do Campeonato Brasileiro de Basquete, organizados pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

Das quatorze equipes que iniciaram o Novo Basquete Brasil (NBB) 2018/19, somente oito ainda se encontram na disputa deste equilibradíssimo campeonato. Agora, são os confrontos entre os quatro mais bem classificados na primeira fase da competição, contra os vencedores das oitavas de finais que duelaram em melhor de 5 partidas, será possível saber quem disputa as semifinais a partir de maio.

A equipe do SESI Franca, primeira classificada da primeira fase, encara seu arque rial Sendi/Bauru Basket. O time da capital do basquete no Brasil, fez bonito na primeira fase. Os comandados de Helinho – filho do lendário Hélio Rubens – com uma campanha de 26 jogos, 23 vitórias e apenas 3 derrotas, teve um aproveitamento de 94,2% e, terminou em primeiríssimo lugar.

Com esse hand cup positivo, a equipe do SESI Franca, conquistou o direito de folgar nas oitavas de finais. E, num eventual jogo 5 das quartas de finais, irá decidir em casa diante da sua apaixonada torcida, no caldeirão templário do basquete, Ginásio Pedrocão.

Já o Sendi/Bauru Basket, após um início de temporada muito irregular, devido as lesões de seus principais atletas, dentre eles Alex Garcia, conseguiu dar a volta por cima e se classificar em 8º lugar na primeira fase, com uma campanha de 26 jogos, 11 vitórias, 15 derrotas e 71,2% de aproveitamento.

Nas oitavas de finais, após um primeiro jogo difícil contra o Minas Tênis Clube, com duas vitórias seguidas em casa, conquistou a vaga para a disputa das quartas de finais contra a forte equipe de Franca.

O primeiro jogo será no Panela de Pressão em Bauru, no dia 16 de abril, às 21h, com transmissão ao vido pela Fox TV.

Imperdível o clássico
dos clássicos

Outro duelo imperdível será o clássico dos milhões entre Flamengo e Corinthians.

O poderosíssimo time do Gustavinho de Conte, atual técnico do Clube de Regatas Flamengo, com uma campanha muito consistente de 26 jogos, 22 vitórias, 4 derrotas e 92,3% de aproveitamento, finalizou sua jornada na primeira fase em segundo lugar. Posição que garantiu a equipe da Gávea, um recesso para o seu elenco, durante as oitavas de final, retornando com as pilhas recarregadas para as quartas de finais.

A maior atenção, no entanto, nesse embate, esteve voltada para os veteraníssimos e supereficientes, Marquinhos e suas bolas de 3 pontos, e Anderson Varejão, a força do garrafão.

O próximo adversário que o Flamengo terá pela frente, será o recém egresso para a elite do basquete, a tradicional equipe do Corinthians de São Paulo.

A equipe do Parque São Jorge, com uma campanha de altos e baixos na primeira fase, terminou as classificatórias em 7º lugar, com 26 jogos, 12 vitórias, 14 derrotas e 73,1% de aproveitamento. Nas oitavas venceu o confronto com o UBR/Brasília, por dois a um, com um jogo três pegadíssimo, acabou vencendo da forma mais corintiana de todas.

Com o clima tenso da decisão já na prorrogação, e o placar apertado de 92 a 86 para o timão, a emoção tomou conta, com as brilhantes atuações do norte-americano Fuller, 26 pontos marcados e do veterano Guilherme Giovannoni, 19 pontos, garantindo assim, a vaga para a equipe da fiel nas quartas de finais.

Os comandados pelo técnico goiano Bruno Savignane, têm pela frente, no Ginásio Wlamir Marques, em São Paulo, parada dura contra o Flamengo, no dia 13 de abril, às 14h, com transmissão ao vivo pela Band.

Aguardem as cenas dos próximos episódios dessa incrível jornada basquetebolista, na reta final da temporada 2018/19 pegando fogo, envolvendo confrontos viscerais e muita emoção. Acompanhe essa epopeia esportiva com Hélio Barbosa nesta coluna Bola de 3 no CHUÁ.

 

Por, Prof. Hélio Barbosa.